O Blog como profissão

Muita gente estranha quando digo que meu trabalho é fazer um blog. A idéia de que “blog é diarinho de adolescente” ou “passa tempo” ainda é muito disseminada. Porém esse conceito está obsoleto.

Blogs são plataforma de publicação. Você pode publicar o que quiser neles, assim como você pode publicar o que quiser em uma revista.

Existem revistas que são tolas fúteis, revistas que são sérias e profundas. O que determina a qualidade do conteúdo não é a sua mídia. Com os blogs é a mesma coisa. E os blogs são as revistas do século 21.

Assim como os jornais precisaram ser inventados, e quando sugiram abriram um campo novo pra publicação, hoje a fronteira da publicação está nos blogs. O que gera tanto um problema quanto uma oportunidade.

O problema é que o campo não está definido. Tudo é experimental, e isso pode gerar uma grande insegurança. Nem a sobrevivência desse veículo de publicação novo está assegurada. Ela dependerá do que fazemos hoje.

E essa é a oportunidade. Nossa geração tem o raro privilégio de estar na fronteira de um campo novo. Nosso trabalho hoje está determinando o formato e os caminhos desse novo campo de publicação: o blog. Cabe a nós enfrentar — e vencer! — esse desafio!

O campo de publicação no blog está cheio de problemas, e resolvê-los é a nossa missão. O que fazemos agora dará o caminho pras gerações futuras, assim como o mundo moderno foi inventado por quem estava vivo no século 18.

Com todo o respeito renovado por estes pioneiros, acho que conseguiremos fazer um trabalho ainda melhor. Não porque somos melhores, mas porque precisamos.

No Profissão Blog apresentarei minha contribuição para superar esse desafio e estabelecer o blog como um trabalho sério. Apresentarei dicas, conceitos, compartilharei o aprendizado que tive e tenho todos os dias ao fazer o Ducs Amsterdam como um veículo de comunicação,: como obter tráfego, como fazer com que seus artigos sejam lidos, como organizar seu conteúdo e claro, como tornar seu empreendimento sustentável economicamente.

São questões abertas, sem respostas definitivas, mas minha proposta é desbravarmos juntos esses caminhos.

Sua companhia como colega será um privilégio. Bem-vindo ao time!

Agora, ao trabalho!

Faça parte do time e receba todos os artigos do profissão blog

Escreva seu email abaixo ou assine o Feed RSS. Promessa é dívida: nunca divido seu email e odeio spam!

Seu email:

11 Responses to O Blog como profissão
  1. […] todo um trabalho que é preciso ser feito para que o blog cresça. E […]

  2. […] não são mais assim. Blogs são plataformas de publicação web, muito mais próximas do que eram as revistas no século …s. Se você está publicando artigos sobre um assunto e não sobre o seu cotidiano, um artigo sobre […]

  3. Amanda
    abril 8, 2011 | 1:35 pm

    Olá Daniel,

    Tenho uma dúvida. Estou nessa plataforma a pouco tempo e por isso te pergunto isso!
    Você cita o Blog como profissão, mas como ter renda com o blog? Só com propagandas mesmo? Eu sei que tudo está relacionado ao montante de visitas e ao número de pessoas que clicam e tudo mais, mas como você está nesse ramo a bastante tempo, pode me dar uma resposta melhor!

    Obrigada!
    Amanda

    • daniduc
      abril 8, 2011 | 2:17 pm

      Oi Amanda

      Assim como toda a área, a parte de viabilizar economicamente o blog ainda não está definido claramente: é uma área experimental. Então não há uma resposta clara e definitiva. Como os outros aspectos, é algo que devemos descobrir e definir.

      Existem, é claro, caminhos promissores e resultados. Uma coisa é clara: somente anúncio não é a resposta. Especialmente se for anúncio do Adsense. O que eu entendo pro blog dar dinheiro é um composto de coisas. Na verdade, o blog é a plataforma que irá atrair os clientes pro seu produto. O que é o seu produto? Isso quem define é você, mas a idéia é que você se torna uma empresa.

      Vamos colocar assim: pra fazer dinheiro com trabalho (vamos excluir aplicações financeiras) você precisa resolver o problema de alguém. PRa ter o blog como profssão, eu acredito que o primeiro passo é fazer o blog pra resolver o problema de alguém. Por exemplo, eu resolvo os problemas de quem quer vir pra Amsterdam, ou Holanda, a turismo ou de mudança.

      Uma vez que você chama as pessoas que têm o problema que você quer resolver, você passa a oferecer níveis de solução. O primeiro nível é o blog; e é gratuito. Serve pra atrair os clientes. Além disso, estabelece você como uma pessoa capaz de resolver aquele problema. A partir daí você pode passar a oferecer soluções mais específicas ou elaboradas pro problema. Por exemplo, você pode ter links afiliados pra produtos que ajudam nesse problema. E ganha uma comissão por ensinar as pessoas quais são os bons produtos, que irão ajudar com o rpoblema, e como suar esses produtos.

      Depois, você pode oferecer o *seu* próprio produto. Um ebook, por exemplo, que sistematize o conehcimento, que seja completo e organizado, e que contenha de maneira mais detalhada o seu conhecimento. E você também pode oferecer ajuda personalizada, por exemplo, com uma consultoria. Então voc6e tem vários níveis pra vários clientes. Assim:

      Pessoa com um problema -(busca no google, midias sociais)-> 1. Seu blog. Solução genérica, de graça -(pessoas que querem algo mais detalhado)-> afiliados, ebook, videos -(pessoa que precisa de atenção ainda mais particular)-> consultoria, treinamento, atenção personalizada, qual o *seu* problema? Vamso resolvê-lo

      Naturalmente você vai aumentando o preço quanto mais personalizada é a sua ajuda. Dessa forma, você consegue mais dinheiro com um público muito menor do que iria requer apenas publicidade. E não subestime o seu conhecimento. Você pode achar que usar o Google Maps é algo óbvio. Mas pra muita gente não é. Uma vez uma pessoa me escreveu pedindo mapas pra estradas holandesas. Ela precisava dirigir de Paris à Amsterdam. Eu simplesmente fui ao Google Maps, tracei a rota e mandei o link do roteiro passo-a-passo, dizendo, veja, o google Maps resolve isso muito facilmente. Não cobrei anda, porque, realmente, google maps! A pessoa me pediu, ativamente, o link pro paypal, e me depositou €20,00.

      Aliado a isso: continua a publicidade. Blog é tudo ao mesmo tempo agora. Eu irei falar dessas coisas com o tempo, conforme eu for estabelecendo também. A ideia do Profissão Blog não é “ditar regras” ou “contar o segredo”, mas compartilhar experiências e contar os resultados que obtive. Vamos juntos?

      Abraço

  4. Hildo Antônio
    agosto 5, 2011 | 2:39 pm

    Parabéns pelo Blog, tem muito tempo no ar? Na sua opinião qual a melhor maneira de ganhar dinheiro com blog?

  5. […] nenhum investimento é garantido. Todo investimento envolve risco. Mas se você quer levar seu blog como negócio, é preciso alguma hora começar a arriscar, colocar a mão no bolso e apostar no seu […]

  6. […] dos problemas com blogagem é que é uma área extremamente recente. De certa forma, o caminho está sendo determinado pelas pessoas vivas nesse momento — o que é muito […]

  7. Hildo Antônio
    março 25, 2012 | 8:18 pm

    A minha maior dúvida é criar um blog sobre o que? Quais os passos para chegar nesta resposta na sua opinião?

  8. Ana Paula Fidelis
    julho 17, 2012 | 11:04 pm

    Parabéns pelo blog! Estou começando agora e nem sei se quero ser profissional. Mas suas dicas são ótimas para melhorar qualquer blog que queira ter qualidade! Já me inscrevi por e-mail. : ) Abs!

    • daniduc
      julho 22, 2012 | 9:12 pm

      Oi Ana Paula, que legal! Obrihado pela companhia e espero que curtas as dicas que ainda virão 🙂 Abraço!

  9. […] trabalha com blog está se expondo e, mais cedo ou mais tarde inevitavelmente encontrará um dos piores aspectos da […]