Por que divulgar um blog recém criado é um erro?

by daniduc on outubro 19, 2012

Como todo o resto da internet, estou no Facebook e, por causa do Ducs Amsterdam, tenho muita gente como contato. Outro dia um desses resolveu criar uma página e um blog pra promover seu negócio. Hey, justo.

Porém, ele está há dias fazendo uma campanha cerrada de “CURTA MINHA PÁGINA” e “ACESSE MEU BLOG”. Ele posta, reposta, manda email, CURTA, CURTA, ACESSE, com apelos cada vez mais dramáticos.

Há dois erros aí; um, mais /obvio, é insistência beirando o spam que gera uma certa má vontade.

Mas o outro é mais sutil. Eu acho um grande erro sair divulgando um produto recém criado — por dois motivos.

1. Não divulgue promessas, divulgue trabalho

Ninguém aguarda nada na Internet, ninguém assina promessas (talvez seus amigos mais íntimos, mas é só porque eles gostam de você o suficiente pra te tolerar). Se a pessoa não te conhece, não vai chegar em uma página vazia, ou praticamente, e pensar “nossa, esse tem potencial, assinarei pra talvez, quem sabe, daqui uns meses ou um ano, poder ler coisas legais. Ficarei voltando, porque afinal, conteúdo é algo m falta na Internet!”

Não divulgue promessas, divulgue um excelente trabalho; Então, primeiro passo, fazer o trabalho.

A internet é um imenso cemitério coalhado de tristes cadáveres de blogs e paginas geniais que nunca deixaram o estágio de idéias.

2. Invista primeiro em produzir

O tempo gasto divulgando seria, nesse começo, melhor empregado escrevendo coisas. Seus recursos não são infinitos (tempo, por exemplo), use no que vai dar mais retorno. Em vez de passar horas postando comentários em outros blogs e mandando emails pedindo acessos e links, gaste horas escrevendo o melhor que pode, o mais que pode.

Note que sou a favor de divulgar seu trabalho – meu ponto é: faça o trabalho primeiro. (Aliás: existem meios mais eficientes e menos invasivos de divulgar do que sair implorando acessos, como o exemplo que dei no início).

Olha, entendo: A empolgação do iniciante é ter logo um retorno. Má notícia: o retorno e incerto e, na maioria dos casos, lento. Aprenda a trabalhar pro futuro, ou não sairá do presente.

Aline janeiro 24, 2013 às 2:11 am

Muito bacana seu texto e bastante eficiente. Muito obrigada por me ajudar

daniduc fevereiro 8, 2013 às 7:49 pm

Legal que curtiu Aline, foi um prazer!

Cyntia Campos fevereiro 17, 2013 às 2:09 pm

Adorei o post. Quando comecei a escrever meu blog de viagens, queria que ele entrasse no ar com uma boa “bagagem”. Passei quase seis meses digitando diários de viagens (e checando e atualizando as informações “objetivas”, tipo preços, etc), mantendo a visualização do blog restrita apenas a mim. Daí, fiz uma viagem bacana e tornei o blog público com informações fresquinhas dessa viagem, mas com um arquivo que ia longe. A Fragata Surprise está no ar há dois anos e meio. Não é meu trabalho, é meu lazer, mas levo minha fragatinha super a sério.

Comments on this entry are closed.

Previous post:

Next post: